Gonioscopia

Atualizado: 25 de Mar de 2020

Imagem que ilustra o angulo entre a íris e a córnea


Anatomicamente, saber avaliar o ângulo entre a íris e a córnea é fundamental para entender o mecanismo do glaucoma e o tratamento adequado




1. Linha de Schwalbe

Estrutural mais anterior - linha opaca

Terminação periférica da membrana de Descemet e o limite anterior do trabéculo

2. Trabeculado

Da linha de Schwalbe até o esporão escleral

Aproximadamente 600 micra

3 partes:

- Trama uveal - parte mais interna que se estende da raiz da íris até a linha de Schwalbe. Os espaços são largos, pouca resistência ao fluxo aquoso

- Trama Corneo-escleral - do esporão escleral até a linha de Schwalbe. Possui o maior tamanho

- Trama Justacanalicular (ou endotelial) - é a mais externa e a que oferece mais resistência ao humor aquoso

3. Canal de Schlem

Linha discretamente escura e profunda

Canal circular com conectado com veias - pode conter sangue

4. Esporão Escleral

Aparência cinza-azulada e translúcida e brilhante

Formado por fibras de colágeno

Projeção anterior da esclera

Local de inserção do músculo longitudinal do corpo ciliar

5. Corpo Ciliar

Imediatamente posterior ao esporão escleral (não visível ao exame da gonioscopia)

O corpo ciliar estende-se da raiz da íris à ora serrata. Possui a mesma estrutura da coroide, mas acrescida do corpo ciliar e processos ciliares e sem a coriocapilar.

Coloração rosa-castanho ou cinza

O epitélio não pigmentado é responsável pela produção do humor aquoso


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo